Ragdoll: quais os principais cuidados que a raça demanda para manter a saúde em dia?

Ragdoll: quais os principais cuidados que a raça demanda para manter a saúde em dia?
×

Links rápidos:

Por ser um felino amável e companheiro, que fica extremamente confortável na presença de humanos, o Ragdoll é muito querido em todo o mundo. Conheça os principais detalhes sobre essa raça adorável e saiba como cuidar do seu paciente!

O Ragdoll surgiu nos anos de 1960, a partir de um cruzamento realizado entre os gatos da criadora californiana Ann Baker, que gerou filhotes excepcionalmente dóceis. Entretanto, a Cat Fanciers Association (CFA), maior órgão de registros de pedigree felino, só reconheceu oficialmente o Ragdoll como uma nova raça nos anos 2000.

Com cativantes olhos azuis, pelagem que parece pelúcia, inteligência implacável, comportamento afetuoso e grande capacidade de adaptação em ambientes internos, o Ragdoll tornou-se uma das raças mais populares mundialmente, conquistando seu espaço em diversos lares, convivendo bem com adultos, crianças e até mesmo outros animais.

Gato da raça Ragdoll

Características gerais da raça Ragdoll 

O filhote de Ragdoll nasce todo branco, desenvolvendo a cor da sua pelagem ao longo de dois anos. Nessa raça, o crescimento e amadurecimento acontece lentamente, até os 4 anos de idade, resultando em adultos robustos, confiantes e bem equilibrados.

São animais que não costumam ser muito ativos e podem ser até um pouco desajeitados, mas adoram estar na companhia de seu tutor, seguindo-o pela casa e aceitando carinho.

Vamos conferir as principais características e particularidades dessa raça:

Tabela das principais características da raça felina Ragdoll

Infográfico de gato da raça Ragdoll

Afinal, qual o porte da raça Ragdoll?

Os gatos Ragdoll possuem ossatura pesada e são classificados como exemplares de porte grande. Considerando o peso do animal adulto – de 5 a 9 kg para machos e de 4 a 6 kg para fêmeas -, têm configuração bem parecida com a do exuberante Maine Coon, cujo peso corporal fica na faixa de 6 a 10kg para os machos e 4 a 7kg para as fêmeas.

Principais afecções e cuidados com a saúde do gato Ragdoll

Os cuidados com a saúde de um Ragdoll começam com a escolha de um criador de boa qualidade, que se preocupe com a saúde e o bem-estar de seus progenitores. Além disso, é importante que se empenhem em criar indivíduos com temperamento equilibrado e apropriado para a raça e que ofereçam, inclusive, certificados de saúde dos seus animais.

Ademais, saber a respeito das principais enfermidades que essa raça pode manifestar faz com que tanto o médico-veterinário quanto o seu tutor possam adotar alguns cuidados especiais para que as predisposições raciais sejam precocemente detectadas.

Então, vamos conhecer melhor duas enfermidades que podem afetar os gatos Ragdoll.

Cardiomiopatia Hipertrófica

A Cardiomiopatia hipertrófica (CMH) é caracterizada pelo espessamento das paredes do ventrículo esquerdo devido à hipertrofia miocárdica. Isso resulta em anormalidades na diástole ventricular, causando, posteriormente, o aumento do átrio esquerdo.

Além disso, a CMH também pode acarretar complicações como insuficiência cardíaca congestiva (ICC) e tromboembolismo arterial.

A predisposição genética desempenha um papel importante no desenvolvimento da CMH em gatos, com algumas variantes genéticas associadas à doença. No Ragdoll, a variante genética p.R820W no gene MYBPC3 (que altera a proteína que interage com o processo de contração muscular cardíaca) pode ocasionar o desenvolvimento da cardiomiopatia hipertrófica em animais mais jovens (Nääs, 2023).

O felino acometido pela CMH comumente apresenta uma doença subclínica. Contudo, quando detectados, os sinais clínicos podem incluir:

  • dispneia;
  • taquicardia;
  • letargia;
  • arritmia;
  • sopro cardíaco.

O diagnóstico da CMH é realizado através de exames como auscultação cardíaca, ecocardiografia e testes genéticos para Ragdoll. A radiografia torácica pode ser útil para determinar se há edema pulmonar e/ou efusão pleural.

O tratamento varia de acordo com o estágio da doença e pode incluir medicamentos como diuréticos e beta bloqueadores, além de terapias anticoagulantes em casos de risco de tromboembolismo.

A adequada nutrição do paciente com cardiomiopatia hipertrófica também faz parte da estratégia de manejo, com o intuito de evitar anorexia, diminuir as doses dos medicamentos prescritos e promover qualidade de vida.

Doença Renal Policística

A doença renal policística (PKD) é uma enfermidade hereditária que pode acometer algumas raças felinas, inclusive o Ragdoll.

Caracteriza-se pelo desenvolvimento de alterações nas células renais, levando ao aparecimento de cistos, que podem interferir na função desse órgão, resultando em um quadro de insuficiência renal.

Como resultado de uma condição genética autossômica dominante, o paciente com PKD irá apresentar uma renopatia de progressão lenta e irreversível, com os possíveis sinais clínicos:

  • apatia;
  • hiporexia/anorexia;
  • perda de peso;
  • polidipsia;
  • poliúria;
  • vômito intermitente.

Nesse caso, o diagnóstico precoce através de teste genético e o exame ultrassonográfico permitem que o médico-veterinário estabeleça uma rotina de acompanhamento do quadro clínico, para que, assim, possa determinar o manejo mais adequado (fármacos, alimentação específica, manutenção da hidratação).

Outras recomendações são importantes para manter a saúde do pet em dia

Além do conhecimento sobre quais as afecções a que os gatos Ragdoll são mais suscetíveis, vale ressaltar alguns outros cuidados básicos para que o seu paciente mantenha uma vida saudável e com qualidade – aumentando, inclusive, sua longevidade.

Gato da raça Ragdoll

  1. Cuidados com os pelos do pet

A pelagem sedosa de comprimento médio-longo do Ragdoll apresenta nível médio de queda e possui menor probabilidade de formar nós e emaranhados.

Porém, tal fato não exclui a necessidade de escovação dos pelos, numa frequência de uma a duas vezes por semana, principalmente nas épocas de troca de pelagem.

  1. Cuidados com a alimentação

A alimentação balanceada, contendo nutrientes de excelente qualidade, desempenha um papel essencial na saúde e beleza dos gatos Ragdoll – principalmente por serem indivíduos grandes e que apresentam amadurecimento lento, evitando, assim, a ocorrência de deficiências ou excessos nutricionais.

Logo, os gatos filhotes necessitam de energia, proteínas, vitaminas e minerais para o crescimento adequado. A presença de um complexo que inclui as vitaminas E e C ajuda no desenvolvimento do sistema imunológico, enquanto os ácidos graxos (DHA) apoiam o desenvolvimento neuro cerebral.

Além disso, uma combinação de prebióticos (MOS) e proteínas altamente digestíveis promove o equilíbrio da microbiota intestinal e colabora com a saúde digestiva.

Essas características podem ser encontradas nos alimentos Mother & Baby Cat ideal para filhotes até 4 meses, Kitten ideal para filhotes de 5 a 12 meses e kitten sterilised da ROYAL CANIN®, ideal para filhotes castrados de 6 a 12 meses.

linha Mother & babycat, voltada para gatos como o Ragdoll

Para o Ragdoll adulto, o fornecimento adequado de proteínas, fibras e minerais garante a saúde do trato digestivo e do sistema urinário. A linha Hair & Skin da ROYAL CANIN®, além de promover essas características, conta com um conjunto de nutrientes, vitamina B e ácidos graxos EPA e DHA, que favorecem o brilho e crescimento da pelagem e auxiliam a manutenção da barreira cutânea.

Alimento Royal Canin Hair & Skin, voltado para o cuidado com pele e pelos de felinos como o Ragdoll

Vale ainda ressaltar que, devido ao hábito de higienização dos felinos e por ser uma raça de pelo médio-longo, o Ragdoll também pode estar propenso à formação de tricobezoar (bola de pelo).

Daí a importância do fornecimento de um alimento rico em fibras, que promova a saúde digestiva, com o objetivo de aumentar a quantidade de pelos eliminada nas fezes, prevenindo casos de obstrução.

O alimento Hairball Care, da ROYAL CANIN®, possui eficiência comprovada após 14 dias de uso exclusivo, duplicando a quantidade de pelos eliminada nas fezes.

Alimento Royal Canin Hairball, voltado para a diminuição de bolas de pelo em gatos como o Ragdoll

Utilize a Calculadora para Prescrições Royal Canin® para facilitar a recomendação do melhor alimento para cada um de seus pacientes.

  1. Atividade física

Apesar do gato Ragdoll ser um felino mais tranquilo, é necessário manter um gasto energético moderado diariamente, com intuito de preservar a saúde física e o controle do peso corporal.

Como costumam ser um pouco desajeitados, uma boa dica é estimular brincadeiras no chão e optar por arranhadores que não sejam muito altos, para evitar quedas e traumas.

A ROYAL CANIN® atua há mais de 50 anos proporcionando saúde e bem-estar aos pets!

A ROYAL CANIN® está sempre em busca de inovações, promovendo pesquisas e estudos com o compromisso de desenvolver de soluções nutricionais de alta qualidade. Tudo isso com o objetivo de promover saúde e qualidade de vida para todos os pets.

Hoje, somos parceiros da American Association of Feline Practioners (AAFP), destacando nosso envolvimento com a prática Cat Friendly, salientando a importância do reconhecimento das particularidades e exigências felinas. Dessa forma, podemos proporcionar a nutrição mais adequada e individualizada para cada paciente.

Continue aprofundando seus conhecimentos sobre os felinos e aproveite para saber mais sobre a raça Persa.

Referências bibliográficas

AMERICAN CAT FANCIERS ASSOCIATION. Ragdoll Breeder’ Directory. Acesso em 17 agosto 2023.

NÄÄS, E. Genetic characterization of a Ragdoll family affected by hypertrophic cardiomyopathy.

Veterinary Medicine Programme – Swedish University of Agricultural Sciences, SLU, 2023.

ROYAL CANIN. Biblioteca de Raças da Gatos – Ragdoll. Acesso em: 17 agosto 2023.

PAEPE, D. et.al. Prospective evaluation of healthy Ragdoll cats for chronic kidney disease by routine laboratory parameters and ultrasonography. Journal of Feline Medicine and Surgery, 2013. Acesso em: 17 agosto 2023.

ROYAL CANIN. The Cat Encyclopedia – The Ragdoll. 2017.

THE CAT FANCIERS’ ASSOCIATION. The Ragdoll. Acesso em: 17 agosto 2023.