Pastor Alemão: as principais características físicas, comportamentais e de saúde da raça

Pastor Alemão: as principais características físicas, comportamentais e de saúde da raça
×

Links rápidos:

Considerado o melhor trabalhador multifuncional entre os cães, o Pastor Alemão é um cão de grande porte e alta inteligência. Conheça mais sobre esta raça de cão e suas particularidades.  

O Pastor Alemão é uma das raças mais populares do mundo. Originário da Alemanha, o cão chama atenção por sua inteligência, lealdade e capacidade atlética. Seu grande porte conta com uma constituição aerodinâmica que o torna forte, ágil e muito versátil.  

Ao conhecer mais sobre a raça, o médico-veterinário estará munido de informações para orientar tutores sobre manejo e cuidados, sabendo em que pontos ficar atento para identificar as particularidades e predisposições que a raça apresenta.  

Pastor Alemão deitado

Conhecendo a origem da raça Pastor Alemão 

O cão da raça Pastor Alemão teve origem a partir de diferentes cães de pastoreio, da região central e sul da Alemanha. O primeiro clube da raça foi fundado em 1889, com o objetivo de selecionar um cão de trabalho excelente e, para isso, as habilidades físicas são tão importantes quanto o caráter e o temperamento no padrão.  

Apesar da evolução da raça, os Pastores Alemães ainda figuram entre os cães de trabalho mais populares no planeta – sendo usado em trabalhos policiais e em resgates, entre outras ocorrências. 

Características gerais da raça Pastor Alemão 

Confira, a seguir, as principais características e particularidades da raça. 

Tabela de características da raça Pastor Alemão

Características da raça Pastor Alemão

Comportamento da raça Pastor Alemão 

O cão da raça Pastor Alemão deve contar com algumas características de comportamento que incluem ser autoconfiante, vigilante, dócil e corajoso. São cães que têm um caráter bem equilibrado e possuir instinto de luta.  

Por ser um cão obediente, fiel, possuir excelente capacidade olfatória e de aprendizado, são cães frequentemente selecionados para trabalhos diversos, que incluem desde o pastoreio até ações militares, de resgate e defesa.  

A saúde do cão Pastor alemão: predisposição a doenças 

Assim como boa parte das raças caninas, o cão da raça Pastor Alemão também destaca algumas predisposições a certas doenças específicas. E enquanto algumas dessas predisposições podem ser associadas a raça, outras têm maior relação com o seu grande porte como, por exemplo, a sua sensibilidade digestiva. 

Em função da correlação que existe entre o tamanho do animal e a textura de suas fezes, o Pastor Alemão possui maior sensibilidade digestiva, que é diretamente associada a anatomia dos cães de grande porte.  

Proporcionalmente, o trato digestivo de cães de raças de grande porte representa cerca de 2,7% do seu peso vivo – enquanto os cães de pequeno porte têm o trato digestivo responsável por até 7% do peso vivo. Sendo assim, o bolo fecal passa menos tempo no trato gastrointestinal dos Pastores, havendo menor absorção de água e, por isso, a produção de fezes de consistência mais amolecidas (Royal Canin, 2010). 

Cão da raça Pastor Alemão pulando

Displasia Coxofemoral 

A displasia coxofemoral é uma doença osteoarticular complexa associada ao desenvolvimento anormal da articulação coxofemoral. A doença pode acometer diversas raças, sendo mais comum em cães de médio e grande porte – como é o caso do Pastor Alemão.  

Nesta condição, a cabeça do fêmur e o acetábulo não se encaixam corretamente, e essa frouxidão resulta em tensões anormais nas articulações, causando processo de inflamação e degeneração dos tecidos articulares. 

Os principais sinais clínicos são dor e limitações na movimentação do cão, que pode se manifestar de várias maneiras, incluindo: 

  • claudicação; 
  • marcha (movimento) anormal; 
  • rigidez nos movimentos; 
  • relutância em levantar-se e mover-se; 
  • dificuldade em correr e brincar. 

O diagnóstico da displasia coxofemoral é realizado através de radiografias, e os sinais de osteoartrite do quadril que podem ser vistos neste exame incluem:  

  • achatamento da cabeça femoral e do acetábulo; 
  • esclerose óssea subcondral; 
  • e osteófitos na borda acetabular e colo femoral. 

O tratamento da displasia coxofemoral é cirúrgico, porém, devido ao custo do procedimento e aos cuidados pós-operatórios, há casos em que esta não é uma opção para os tutores. Entre os métodos não cirúrgicos de tratamento da afecção, podemos citar a administração de analgésicos, medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia (Wahl et. Al., 2008; UFAW, 2016). 

Mutação do Gene MDR1 

O Pastor Alemão é uma das raças de cães que possui predisposição de apresentar a mutação do gene MDR1 

No cromossomo 14 dos cães, há um gene chamado MDR1 (ou ABCB1), responsável pela codificação de uma glicoproteína transportadora transmembrana: a glicoproteína P. Presente em diferentes tecidos, a glicoproteína P é associada a diversas funções que vão desde a remoção de compostos potencialmente tóxicos para fora do sistema nervoso central (SNC) até o transporte de medicamentos através das membranas celulares e fora do corpo.   

Nos cães que possuem a mutação do gene MDR1, portanto, a glicoproteína P é deformada e incapaz de remover os substratos. Assim, diferentes medicamentos e substratos permanecem no SNC em níveis tóxicos – ou são metabolizados e excretados incorretamente -, representando riscos significativos para a vida e a saúde do animal.   

Em função disso, há uma série de medicamentos que são contraindicados em animais portadores da mutação do MDR1, incluindo:  

  • acepromazina;  
  • ciclosporina;  
  • doxorrubicina;  
  • ivermectina;  
  • maropitant;  
  • moxidectina;  
  • selamectina;  
  • e vincristina. 

Doença de Von Willebrand 

A doença de Von Willebrand é um distúrbio hemorrágico hereditário que pode afetar cães da raça Pastor Alemão. É causada pela deficiência da proteína do fator de Von Wilderbrand – proteína específica para gerar agregação plaquetária para formação de coágulos, para selar os vasos sanguíneos rompidos. A doença de Von Willebrand é um distúrbio distinto, não é hemofilia. 

Muitos cães portadores de Von Willebrand podem não apresentar sinais clínicos, enquanto outros podem apresentar: 

  • quadros de sangramento espontâneo nas gengivas ou no nariz; 
  • hematúria; 
  • hematoquezia;  
  • sangramento excessivo no momento da cirurgia; 
  • epistaxe; 
  • estro prolongado ou sangramento pós-parto; 
  • hematúria; 
  • melena. 

O diagnóstico da doença de Von Willebrand é feito através de exames laboratoriais que determinam o nível sanguíneo do fator de Von Willebrand.  

Megaesôfago 

O megaesôfago é uma condição congênita que pode afetar filhotes de Pastor Alemão. É uma afecção que ocorre após o desmame e é caracterizada pela dilatação e hipomotilidade do esôfago.  

Como consequência destas alterações, o filhote apresenta quadro de regurgitação após a ingestão de alimentos – minutos ou horas depois.  

A regurgitação causada pelo megaesôfago pode promover quadros de desnutrição nos filhotes, além de comprometimento do crescimento e risco de pneumonia por aspiração.  

Os sinais clínicos geralmente se iniciam cerca de cinco semanas após a introdução de alimentos sólidos e do desmame.  

O diagnóstico do megaesôfago é realizado por exames de imagem, como radiografias padrão e/ou radiografia contrastada. O tratamento envolve o fornecimento de dieta liquida com elevado teor energético e uso de comedouro em local elevado.  

O megaesôfago e uma doença que causa alta mortalidade nos neonatos afetados, porém, caso o animal receba os cuidados e ajustes no manejo, a condição se resolve por volta dos quatro a seis meses de idade (Wahl et. Al., 2008). 

Principais cuidados com os cães da raça Pastor Alemão 

Todos os cães têm peculiaridades especiais de saúde e o Pastor Alemão não é exceção. Embora não possamos antecipar possíveis complicações de saúde, existem alguns cuidados que o tutor pode ter com o seu cão para minimizar o aparecimento de complicações de saúde, como: 

  • manutenção do peso ideal
    A raça possui grande aptidão muscular e agilidade, e a manutenção do peso ideal e importante para evitar sobrecarga nas articulações – principalmente para filhotes e animais jovens, de até 2 anos. 
  • caminhadas regulares e exercícios físicos
    As atividades auxiliam não só na manutenção do peso, mas também no comportamento do animal, em função do estabelecimento de uma rotina.
     
  • socialização
    O contato do animal com outras pessoas e cães auxilia a evitar problemas comportamentais futuros.
     
  • escovação frequente da pelagem
    Manter a escovação em dia ajuda na remoção do subpelo e nos cuidados gerais com a pele e pelagem. 

Cão da raça Pastor Alemão e seus filhotes

Como deve ser feito o manejo nutricional dos cães da raça 

O cão Pastor Alemão é uma raça que ocupa um espaço muito importante na história da Royal Canin®, que deve o seu nascimento, em 1967, ao Dr. Jean Cathary: médico-veterinário francês que associou a alimentação com alimentos secos para auxiliar cães da raça Pastor Alemão a lidar com problemas de pele. 

Com o passar dos anos e a evolução científica, pesquisamos as características das diferentes raças, criando alimentos para a nutrição específica do cão Pastor Alemão (entre outras raças caninas e felinas) em todas as suas principais fases de vida. 

O produto Royal Canin ® Pastor Alemão Puppy, por exemplo, é um alimento seco completo, indicado para cães filhotes da raça Pastor Alemão, com idade entre dois e 15 meses de idade. Suas principais características e benefícios são: 

  • crescimento e desenvolvimento saudáveis: auxilia o crescimento e desenvolvimento saudável, fornecendo os níveis ideais de energia, proteínas, cálcio e fósforo; 
  • manutenção da performance digestiva: possui uma combinação de nutrientes que ajuda a manter a saúde digestiva e uma microbiota balanceada, contribuindo para a boa qualidade das fezes; 
  • suporte para o desenvolvimento de ossos e articulações: contribui para o crescimento saudável, fornecendo suporte aos ossos e articulações por meio de uma composição balanceada de energia e minerais (cálcio e fosforo); 
  • croquete adaptado: a fórmula, o tamanho, o formato e a textura dos croquetes são adaptados especificamente para a mordida e a mandíbula dos filhotes de Pastor Alemão. 

Alimentyos Royal Canin para cães da raça Pastor Alemão adultos e filhotes

Para o cão Pastor Alemão adulto e maduro, o alimento seco Pastor Alemão Adulto é o mais indicado, sendo apropriado para cães da raça a partir dos 15 meses de vida. As principais características do alimento são: 

  • melhor performance digestiva: sua combinação de nutrientes, proteínas de alta digestibilidade e mix de fibras atua limitando a fermentação do intestino, o que ajuda a manter a saúde digestiva e uma microbiota balanceada, contribuindo para a boa saúde intestinal e ajudando a prevenir a sensibilidade digestiva, que é comum na raça Pastor Alemão;  
  • promove a saúde da pele e da pelagem: a fórmula conta com ácidos graxos ômega 3 – EPA & DHA e auxilia no suporte a barreira cutânea e na manutenção da saúde da pele e da pelagem;  
  • fórmula enriquecida com EPA e DHA: ajuda no suporte à saúde de ossos e articulações, além de contar com um teor energético ideal para manter o peso saudável do pet; 
  • croquete adaptado: seu formato, textura e tamanho é adaptado à mordida e mandíbula do Pastor Alemão. 

Ração Royal Canin para Pastor Alemão

Para conhecer mais sobre as diferentes raças de cães e gatos, acesse o nosso guia de raças. Para auxiliar no momento da prescrição, utilize a nossa ferramenta Calculadora para Prescrições e facilite a prescrição dos alimentos mais adequado para os seus pacientes! 

Referências bibliográficas 

Connors, R. MDR1 Genetic Testing: What You Need to Know. Today’s Veterinary Technician, n. 2017. Acesso em: 13/10/2023.  

Cornell. Canine von Willebrand Disease. Acesso em:26/11/2023 

Dockweiler, J., Cohen, A. Drug sensitivity: MDR1. Cornell Richard P. Riney Canine Health Center.  Acesso em: 13/10/2023. 

German Shepherd Breed Technical Brochure, Royal Canin, 2010.  

Miller, 2017. 10 Ways to Keep Your German Shepherd Dog Healthy. Acesso em: 27/11/2023 

Universities Federation for Animal Welfare. German Shepherd Dog, Hip Dysplasia. Genetic Welfare Problems of Companion Animals, 2016. Acesso em: 26/11/2023.