Hepatic Feline: tudo sobre o novo alimento ROYAL CANIN® para gatos com insuficiência hepática crônica

Hepatic Feline: tudo sobre o novo alimento ROYAL CANIN® para gatos com insuficiência hepática crônica

Nova solução nutricional coadjuvante ao tratamento de doenças hepáticas em felinos chega de forma inédita no Brasil; saiba mais!

O fígado desempenha papel central em uma grande variedade de processos metabólicos relacionados à digestão, detoxificação e excreção de metabólitos; armazenamento de energia, vitaminas e minerais e ao metabolismo de proteínas, lipídeos, carboidratos e hormônios.

A posição única do fígado, localizada entre a circulação portal e a circulação sistêmica, torna o órgão suscetível a uma série de condições inflamatórias e degenerativas. Devido a sua grande capacidade de regeneração, as manifestações clínicas relacionadas às hepatopatias muitas vezes surgem apenas quando grande parte da função hepática está comprometida. A identificação precoce da injúria hepática, no entanto, é essencial para auxiliar na recuperação e regeneração do órgão e contribui para a redução da morbidade e da mortalidade.

A incidência de doenças hepáticas em gatos é relativamente comum, porém o manejo nutricional coadjuvante com ração hepática é frequentemente introduzido tardiamente devido ao início silencioso da disfunção celular e à falta de compreensão adequada dos mecanismos fisiopatológicos das doenças hepáticas.

Reafirmando seu compromisso de oferecer soluções nutricionais inovadoras de alta qualidade personalizadas para o tratamento coadjuvante das principais afecções diagnosticadas na clínica de pequenos animais, a ROYAL CANIN® lança em território nacional o alimento Hepatic Feline indicado para gatos com hepatopatias crônicas. Confira a seguir as principais características e indicações do novo produto:

Principais características do alimento Hepatic Feline

embalagem do alimento Hepatic Feline

Apesar de sua grande capacidade regenerativa, o fígado se torna vulnerável durante e após a doença. Para sua melhor recuperação, a abordagem dietética com ração hepática para gatos formulada com nutrientes específicos e em quantidades adequadas é recomendada.

Detalhes e benefícios do novo alimento da ROYAL CANIN®:

  • Teor adaptado de proteína: proteínas de alta qualidade em quantidades adequadas ajudam a minimizar sinais associados a insuficiência hepática pois geram menor quantidade de resíduos nitrogenados tóxicos na circulação. Ao mesmo tempo, atendem as necessidades proteicas do gato, que é uma espécie carnívora estrita e que por isso apresenta elevada necessidade de proteínas na dieta.
  • Alta digestibilidade: a formulação exclusiva do alimento com ingredientes rigorosamente selecionados favorece o excelente aproveitamento de nutrientes pelo organismo, contribuindo para a manutenção do bom estado nutricional do paciente.
  • Baixo teor de cobre: o cobre é um mineral cuja metabolização e excreção depende de proteínas sintetizadas pelos hepatócitos. Quando há uma disfunção hepática, este processo é comprometido. Para auxiliar na redução do acúmulo de cobre no fígado, é importante oferecer uma dieta com baixos níveis deste mineral.
  • Alta energia: o alto teor energético ajuda a reduzir o volume de alimento oferecido em cada refeição, diminuindo assim a sobrecarga do trato gastrointestinal e favorecendo a ingestão de quantidade suficiente para suprir os requerimentos energéticos e nutricionais diários.
  • Alta palatabilidade: alimento conta com uma seleção de ingredientes e palatabilizantes formulados para atender até os paladares mais exigentes, contribuindo assim para a ingestão voluntária de alimento.
  • Complexo de antioxidantes: a combinação de antioxidantes de fontes nobres utilizada no alimento contribui para o combate aos radicais livres que são gerados em excesso na presença de doenças. Os antioxidantes auxiliam na redução do dano oxidativo e contribuem para a recuperação da função celular.
  • Manutenção do peso saudável: felinos portadores de hepatopatias crônicas geralmente apresentam apetite comprometido e tendência à perda de peso, por isso o teor energético e a alta palatabilidade do alimento favorecem a manutenção da condição corporal ideal nestes pacientes.
  • S/O index: além da máxima precisão nutricional desenvolvida para o tratamento coadjuvante da insuficiência hepática crônica, o novo alimento apresenta sua fórmula balanceada para criar um ambiente urinário desfavorável à formação de urólitos de estruvita e oxalato de cálcio, uma das principais afecções observadas na clínica de felinos adultos.

Para qual paciente é indicado o alimento Hepatic Feline?

O novo alimento Hepatic Feline foi desenvolvido para felinos adultos a partir de 12 meses de idade que apresentam determinadas condições hepáticas. Suas principais indicações são:

  • insuficiência hepática crônica
  • encefalopatia hepática
  • acúmulo de cobre no fígado

É importante pontuar que nem toda alteração no fígado (especialmente no que se refere às enzimas) exige a mesma abordagem terapêutica nutricional. Para quadros de hepatite aguda ou outras hepatopatias que não apresentam risco de encefalopatia, por exemplo, o alimento mais indicado é a Gastrointestinal Feline. Isso porque o fígado é um órgão de grande capacidade regenerativa, ou seja, em estágios iniciais de doença hepática é importante fornecer nutrientes específicos em quantidades adequadas (como alta energia e proteínas de alta digestibilidade) para suportar essa regeneração. Uma restrição de proteínas neste estágio seria inadequada e contribuiria para agravar o estado da doença primária.

Já nos casos de lipidose hepática, a solução nutricional que mais atende às necessidades do felino enfermo é o alimento Recovery, formulado especialmente para contribuir para a recuperação de pacientes desnutridos em estado crítico.

Compreender os mecanismos fisiopatológicos da doença de base e qual o papel dos nutrientes no tratamento coadjuvante é fundamental na escolha do alimento mais adequado para cada paciente.

Contra-indicações

Por se tratar de um alimento específico formulado com menor teor de proteínas e níveis adaptados de nutrientes, o alimento Hepatic Feline é contra-indicado nos seguintes casos:

  • gestação
  • lactação
  • crescimento
  • lipidose hepática

Animais que apresentam as condições acima necessitam de alimento com alto teor proteico. A exceção é para os casos de lipidose hepática com risco de encefalopatia hepática, na qual o paciente necessita de certa restrição na quantidade de proteínas para diminuir a quantidade de resíduos nitrogenados no organismo.

Benefícios de uma dieta específica para gatos com hepatopatias crônicas

O alimento ROYAL CANIN® Hepatic para gatos apresenta os seguintes benefícios para os pacientes diagnosticados com hepatopatias crônicas:

  • manutenção do peso saudável devido ao teor energético da fórmula
  • estímulo à ingestão voluntária conferido pela alta palatabilidade do alimento
  • redução da sobrecarga hepática por meio da restrição moderada de proteínas
  • redução do acúmulo de cobre no fígado
  • saúde urinária conferida pelo selo S/O Index
  • redução do dano oxidativo nos hepatócitos

Como fazer o acompanhamento do paciente felino hepatopata?

Uma vez diagnosticada a doença e instituído o tratamento mais adequado, é importante orientar o tutor a realizar retornos frequentes com o animal para que o mesmo possa ser monitorado e os exames possam ser repetidos periodicamente para que eventuais ajustes sejam feitos na terapia farmacológica e nutricional.

Instruir o tutor a observar sinais sutis de inapetência, letargia e perda de peso também pode contribuir para identificar condições que necessitam de intervenção.

Manter as medicações de uso crônico e as vacinas e vermifugações atualizadas é importante para a manutenção do estado de saúde geral do pet. O monitoramento periódico do paciente é fundamental para retardar a progressão da doença e promover maior longevidade e qualidade de vida ao gato hepatopata.

A ROYAL CANIN® mais uma vez reforça sua posição de liderança global no mercado de alimentos coadjuvantes de altíssima qualidade nutricional para gatos e cães e traz para o Brasil uma solução nutricional inédita para o tratamento das hepatopatias em felinos.

Saiba mais sobre os alimentos ROYAL CANIN® e utilize nossa ferramenta Calculadora para Prescrições para garantir a máxima precisão nutricional nas prescrições para seus pacientes!

Referências bibliográficas

FASCETTI, A.J.; DELANEY, S.J. Applied Veterinary Clinical Nutrition. Wiley-Blackwell, 2012.

PIBOT, P.; BIOURGE, V.; ELLIOTT, D.A. Encyclopedia of Feline Clinical Nutrition. Royal Canin, 2010.