Dia do Médico-Veterinário: mudanças e avanços da profissão

Dia do Médico-Veterinário: mudanças e avanços da profissão

A importância da profissão na atualidade e um breve histórico das mudanças ao longo do tempo

No dia 9 de Setembro é celebrado o dia do Médico-Veterinário, profissional responsável pela saúde e bem-estar dos animais e da relação destes com a sociedade. A ciência veterinária é tão antiga quanto a própria relação do homem com os animais, ou seja, desde o início de sua domesticação, há milhares de anos.

A Medicina Veterinária moderna teve início em 1761, com a criação da primeira escola de veterinária na França. No Brasil, embora as primeiras escolas tenham surgido no início do século XX, a profissão foi regulamentada somente no dia 9 de Setembro de 1933, e por isso é comemorada anualmente nesta data.

Primeiramente, a profissão surgiu como promotora de saúde dos animais, mas com o passar do tempo, seus conhecimentos passaram a ser utilizados também para a promoção da saúde e bem-estar do homem. Em 1951, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu o conceito de Saúde Pública Veterinária, reconhecendo a necessidade de colaboração estreita entre medicina veterinária e a saúde humana.

No Brasil, é regulamentada em âmbito nacional pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), e em esfera local pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) de cada Estado brasileiro.

A Medicina Veterinária está em constante dinamismo e seu campo de atuação é cada vez mais amplo, considerando-se os problemas contemporâneos enfrentados pela população e seus hábitos de vida.

Áreas de atuação do Médico-Veterinário

As principais áreas de atuação do profissional são:

Clínica médica e cirúrgica

Profissional que atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças em animais pequenos, grandes, silvestres e/ou exóticos. No Brasil, observa-se o fenômeno do crescimento populacional expressivo de animais de companhia, visto estes serem inseridos cada vez mais como membros na estrutura das famílias brasileiras. A população de gatos e cães no Brasil supera os 70 milhões de animais, sendo a segunda maior do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. Com isso, torna-se necessário cada vez mais profissionais capacitados a cuidarem da saúde destes animais.

Cadeia de alimentos de origem animal

O consumo em massa de alimentos de origem animal pela população requer a atuação direta e indireta do médico-veterinário nas áreas de produção e fiscalização. O profissional tem como premissa promover bem-estar aos animais de forma ética e legal, otimizar a produção em termos econômicos e garantir segurança alimentar ao ser humano, de forma que mantenha o consumo seguro e a cadeia de produção sustentável.

Saúde pública

Com o atual sistema de globalização, tem-se intensificado o tráfego de pessoas, alimentos e bens de consumo. O resultado disso é que algumas enfermidades romperam as barreiras de proteção territoriais e estabeleceram-se em ambiente urbanos. Neste contexto, o médico-veterinário tem papel essencial na promoção da saúde única. A OMS vem ressaltando a importância da participação do médico-veterinário no planejamento e avaliação das medidas preventivas e de controle adotadas pelas equipes de saúde pública. A investigação e descoberta do foco das doenças, o conhecimento dos meios de transmissão, o levantamento epidemiológico dos casos, a detecção de animais transmissores, a investigação sobre a presença de vetores, são atividades de grande importância que podem ser desenvolvidas com grande eficácia por este profissional.

Indústrias e empresas

Nas últimas décadas, o crescimento expressivo do mercado veterinário vem aumentando a demanda deste profissional em indústrias alimentícias ou farmacêuticas, em empresas fabricantes de produtos para animais, e também em serviços para pets. O conhecimento das características e necessidades dos animais torna essencial a atuação do médico-veterinário nestes espaços, seja para orientar, educar, conscientizar e compartilhar conhecimento com a comunidade veterinária e com toda a população.

A ROYAL CANIN® reconhece e valoriza a atuação do médico-veterinário nos diferentes cenários em que atua. Hoje queremos lhe parabenizar e agradecer por tanta dedicação em promover saúde aos animais. Juntos, temos como missão construir um mundo melhor para pets e também para seres humanos.

Referências

CFMV. <http://portal.cfmv.gov.br/> Acesso em 30 Jul 20.MENEZES, C.C.F, A importância do Médico Veterinário na Saúde Pública. Fortaleza, UECE: 2005.