Cat Friendly Practice®: como montar uma clínica exclusiva para felinos

Cat Friendly Practice®: como montar uma clínica exclusiva para felinos

O crescente aumento da população felina e as particularidades da espécie tornaram necessário o desenvolvimento de programas exclusivos que contribuam para o bem-estar dos gatos no atendimento clínico veterinário; saiba mais!

O felino doméstico é uma espécie que vem sendo cada vez mais presente nos lares brasileiros. De acordo com estatísticas do IBGE, atualmente a população de felinos no Brasil é de cerca de 23,9 milhões de indivíduos, e estima-se que atinja a impressionante marca de 30 milhões de indivíduos até 2022.

Embora domesticados, os gatos mantêm características instintivas da espécie, como o fato de estarem sempre alertas e de apresentarem comportamento de caçar, explorar e se esconder. Essas particularidades tornam necessária a adoção de medidas que lhe proporcionem bem-estar e evitem o estresse em situações específicas, uma vez que os felinos são muito sensíveis a barulhos, odores e presença de pessoas ou animais desconhecidos.

Pensando nisso, a classe veterinária criou e implementou a nível global programas específicos para tornar o atendimento clínico de felinos uma experiência positiva para o animal, respeitando o comportamento de gatos e suas características, e consequentemente para o tutor.

Conheça mais detalhes a seguir!

Programas Cat Friendly Practice® (CFP) e Cat Friendly Clinic® (CFC)

O programa Cat Friendly Practice® (CFP) começou em 2012 por meio de uma iniciativa global da Sociedade Internacional de Medicina Felina (ISFM) em parceria com a Associação Americana de Medicina Felina (AAFP). A AAFP administra o programa CFP nas Américas do Norte e do Sul, enquanto a ISFM coordena o programa Cat Friendly Clinic® (CFC) na Europa, Ásia, Oceania e África.

Essas iniciativas compreendem uma série de diretrizes que incluem desde mudanças estruturais na clínica e/ou hospital veterinário, quanto treinamento de equipes com foco na prestação de serviço altamente especializado adaptado à espécie felina.

Atualmente, existem mais de 2400 clínicas amigáveis para gatos no mundo e a tendência é que esse número apresente um crescimento acelerado nos próximos anos.

Objetivos dos programas

A implementação dos programas CFP e CFC nas clínicas veterinárias têm como objetivo proporcionar um ambiente amigável aos gatos, desde sua chegada à recepção da clínica ou hospital veterinário, passando pelo tempo de espera em sala exclusiva para a espécie, até o momento da consulta com o Médico-Veterinário, que adota práticas específicas para diminuir o estresse felino no ambiente desconhecido, permitindo uma consulta tranquila e adequada.

Benefícios das práticas no formato ‘Cat Friendly’

As práticas ‘cat friendly’ adotadas nas clínicas e hospitais veterinários apresentam vantagens significativas no atendimento da espécie, pois:

  • Reduzem o estresse sentido pelo felino em ambiente desconhecido;
  • Contribuem para manter o animal tranquilo desde o momento de prepará-lo para o transporte do ambiente domiciliar até a clínica;
  • Evitam situações negativas de estresse para o gato, como, por exemplo, compartilhar a sala de espera com animais de outra espécie (ex: cães);
  • Auxiliam no bem-estar do paciente por meio do uso de dispositivos de feromônio sintético geralmente instalados em todos os ambientes da clínica/hospital;
  • Evitam ou diminuem a alteração de parâmetros vitais do animal, que poderiam comprometer o exame clínico;
  • Permitem uma avaliação mais tranquila e adequada do paciente;
  • Evitam experiências traumáticas com o atendimento veterinário;
  • Proporcionam mais satisfação ao tutor e os estimula a levar seus animais a consultas com mais frequência.

Como tornar o espaço amigável para os felinos

As práticas adotadas pelos programas ‘cat friendly’ vão desde mudanças estruturais no ambiente clínico/hospitalar, quanto também adaptações nos serviços e nas formas de atendimento direcionada aos pacientes felinos.

Confira a seguir algumas delas:

  • Dividir salas de espera da clínica/hospital, direcionando um ambiente exclusivo para os pacientes felinos;
  • Colocar cadeiras para os tutores com espaço para posicionar a caixa de transporte do gato na altura do assento do tutor;
  • Disponibilizar toalhas para que o tutor possa cobrir a caixa de transporte durante o tempo de espera;
  • Instalar dispositivos de feromônios sintéticos em todos os ambientes da clínica/hospital;
  • Realizar o enriquecimento ambiental nos consultórios, com a colocação de prateleiras e nichos nas paredes, para que os felinos possam expressar seu comportamento natural;
  • Treinar a equipe do hospital para prestar serviço adequado aos pacientes felinos e seus tutores.

Como deve ser o atendimento ‘cat friendly’

O atendimento especializado da espécie felina é um componente de extrema importância nesse contexto. Cada vez mais médicos-veterinários buscam se aprimorar e compreender as características e necessidades específicas da espécie, a fim de proporcionar um atendimento eficaz, assertivo e não estressante para o gato.

Se todas as medidas anteriores forem executadas de forma adequada, desde a orientação do tutor quanto ao transporte do pet, por exemplo, o felino chegará ao consultório menos estressado.

Na clínica, o primeiro passo é promover um ambiente tranquilo e com liberdade ao gato. Isso pode ser feito abrindo-se a caixa de transporte no consultório e aguardando para que o gato explore o ambiente quando se sentir confortável. Neste momento, o enriquecimento ambiental e a tranquilidade do Médico-Veterinário exercem influência considerável no comportamento felino.

A contenção física no momento da avaliação deve ser conduzida de forma menos traumática possível, após ser feita a aproximação calma e amigável do felino. Diante disso, é possível avaliar o gato de forma mais adequada.

Resultados da pesquisa anual de satisfação

Anualmente, a AAFP conduz uma pesquisa de satisfação com as clínicas veterinárias que aderiram ao programa CPF. A pesquisa avalia a execução, a satisfação e os resultados obtidos por esses estabelecimentos após a adesão ao programa.

Confira abaixo os resultados da última pesquisa, realizada em 2020:

  • 99% de taxa de satisfação;
  • 99% recomendariam o programa CFP a outros profissionais veterinários;
  • 92% relataram conhecimento sobre a espécie felina aprimorado e maiores cuidados com os felinos entre a equipe clínica devido ao programa CFP;
  • 81% de aumento nas visitas de felinos devido a melhores cuidados com os felinos e marketing do programa CPF;
  • 80% de impacto dinâmico positivo da equipe ao manusear, tratar e cuidar de gatos;
  • 76% de feedback positivo dos clientes sobre ser um CFP;
  • Aumento de 70% da receita devido ao fato de ser uma clínica com certificação CFP.

Os resultados da pesquisa reforçam os benefícios da adesão ao programa tanto para proporcionar melhor atendimento aos felinos, quanto para trazer mais satisfação ao tutor e aumentar os ganhos do negócio.

Leia também outros artigos do Portal VET sobre cuidados com os gatos:

Referências bibliográficas

AAFP. 2020 Survey Results. Disponível em: https://catvets.com/public/PDFs/PressReleases-Media/Results_Are_In_Cat_Friendly_Practices_See_Positive_Results_from_2020_Survey.pdf. Acesso em 07 Dez 2021.

ALDRIDGE, P.M. The cat friendly practice program. Vet Focus, 2019. Disponível em: https://vetfocus.royalcanin.com/en/practice-management/the-cat-friendly-practice-program. Acesso em 07 Dez 2021.