Constipação em gatos: estratégias nutricionais que auxiliam na prevenção e tratamento

Constipação em gatos: estratégias nutricionais que auxiliam na prevenção e tratamento

Em grande parte dos casos, o manejo alimentar adequado com nutrientes específicos pode auxiliar na prevenção e no tratamento do problema. Conheça mais

A constipação pode ser definida como um acúmulo anormal de fezes no cólon, resultando em redução expressiva no peristaltismo intestinal. Essa condição é observada mais em gatos a partir dos 8 anos, embora possa ocorrer em animais de qualquer idade. Uma das principais funções do cólon é a reabsorção de água. Assim, as fezes retidas por muito tempo na região colônica se tornam ressecadas e firmes e, portanto, mais difíceis de serem evacuadas.

A tabela 1 mostra as causas mais comuns e incidência da constipação.

Tabela 1. Constipação e distúrbios de defecação em gatos: etiologia e incidência. As causas mais comuns estão destacadas em negrito.

Fonte: Veterinary Focus, 2015.

Sinais clínicos

Os sinais clínicos podem ser de moderado a grave, dependendo da etiologia. Abaixo seguem listados os sinais mais comumente observados:

  • Prostração
  • Vômito
  • Perda de peso
  • Dor abdominal
  • Desidratação
  • Anorexia
  • Tenesmo
  • Agitação
  • Eliminação de material não-fecal (p.ex., muco, sangue fresco)
  • Alterações comportamentais
  • Distensão abdominal
  • Deformidade perineal
  • Atonia anal

Diagnóstico

Na maior parte dos casos, o diagnóstico da constipação pode ser realizado com base nos sinais e história clínica. Os gatos acometidos apresentam inúmeras tentativas mal-sucedidas de defecação com vocalização devido à dor. Qualquer material fecal eliminado será seco e firme. A palpação abdominal é de grande valia no diagnóstico especialmente em gatos no peso normal. Contudo, em alguns casos há a necessidade de exames complementares para a realização do diagnóstico definitivo, como radiografia pélvica em busca de lesões na pelve, estrangulamento ou estenose colônica, e ultrassonografia para descartar a presença de tumores obstrutivos.

Prevenção

Algumas dicas simples, porém, eficazes, podem auxiliar a prevenção da constipação em gatos. São elas:

  • Acesso fácil à liteira frequentemente higienizada
  • Alimentação completa e balanceada
  • Acesso à água limpa e fresca
  • Estímulo à ingestão hídrica
  • Controle do peso corpóreo
  • Escovação dos pelos, no mínimo, 2 vezes por semana
  • Atividade física regular

Tratamento

O tratamento estipulado será determinado de acordo com a etiologia. Em casos mais graves, os animais devem ser hospitalizados com acesso venoso para administração de fluidos e fármacos, como sedativos e anestésicos para a posterior remoção das fezes impactadas. De uma forma geral, os gatos acometidos devem ser submetidos à terapêutica que envolve todos os alguns dos seguintes: manejo alimentar, hidratação, acesso à liteira limpa, enemas, fármacos procinéticos, laxantes e cirurgia.

Manejo alimentar

O manejo alimentar faz parte tanto da prevenção quanto do tratamento da constipação em gatos. A utilização de um alimento com teor de umidade elevado e equilíbrio de fibras solúveis e insolúveis auxilia a regular a passagem das fezes pelo cólon e muitas vezes é essencial para descartar a necessidade de uma colectomia.

A alimentação úmida, por conter aproximadamente de 60 a 87% de umidade, é uma excelente estratégia nutricional para aumentar a ingestão hídrica, reduzir os riscos de constipação e auxiliar o tratamento dessa enfermidade.

Quanto às fibras, existem duas formas principais, as fibras solúveis e insolúveis:

Fibras insolúveis: estimulam a motilidade colônica, uma vez que são pouco degradadas ou não são afetadas pelas bactérias entéricas. A celulose e outras fibras insolúveis podem absorver grandes quantidades de água, o que aumenta o volume das fezes. Observe que esse tipo de fibras diminui a digestibilidade global da porção alimentar e, portanto, não deve ser utilizado de forma indiscriminada.

Fibras solúveis: como polpa de beterraba, pectinas de frutas, Psyllium e goma guar, têm a capacidade de reter água, sendo facilmente fermentadas pelas bactérias do intestino delgado. O Psyllium em pó (sob a forma de grânulos ou incorporado em um alimento seco) é extramente útil para o tratamento de gatos constipados. A atividade e a fermentação bacterianas exercem um efeito positivo altamente benéfico sobre a mucosa colônica por meio da liberação de ácidos graxos de cadeia curta. Tais ácidos graxos não só representam uma fonte de energia para os colonócitos, mas também estão envolvidos na regulação da motilidade colônica. Vale notar que, se as fibras solúveis forem administradas em quantidades excessivas, elas poderão amolecer as fezes.

A resposta de cada gato às fibras pode ser significativamente variável, por isso, é importante ajustar a quantidade fornecida para cada caso. Um único estudo recente relatou um tratamento bem-sucedido em longo prazo de 15 gatos com o uso de um alimento seco enriquecido com Psyllium. Alguns gatos estavam sofrendo com megacólon e episódios recorrentes de constipação que não foram responsivos a outros tratamentos clínicos.

A ROYAL CANIN® possui alimentos completos, secos e úmidos, que graças ao seu perfil nutricional ideal ajudam a prevenir a formação de bolas de pelos e a manter um trânsito intestinal normal. Além disso, há os alimentos coadjuvantes também em ambas as versões, secas e úmidas, que são uma parte essencial do tratamento dos gatos que sofrem de constipação. Saiba mais em https://portalvet.royalcanin.com.br/produtos/

 

Referências bibliográficas

Cornell University. College of Veterinary Medicine. Constipation. Disponível em: https://www.vet.cornell.edu/departments-centers-and-institutes/cornell-feline-health-center/health-information/feline-health-topics/constipation Acessado em: 28/07/2020.

Freiche VG, Houston D, Weese H, et al. Uncontrolled study assessing the impact of a psyllium-enriched extruded dry diet on fecal consistency in cats with constipation. J Feline Med Surg 2011; 13:903-911.

Freiche, V. Como abordar… Constipação no gato. Veterinary Focus, Vol 23 n2,2013. Versão Brasileira: jan 2015.

International cat care.Constipation in the Cat. Disponível em: https://icatcare.org/advice/constipation-in-the-cat/ Acessado em: 28/07/2020.

PETMD. 9 Ways to Help Your Constipated Cat. Disponível em: https://www.petmd.com/cat/care/8-ways-help-your-constipated-cat Acessado em: 28/07/2020.

Ward, E. Constipation in Cats. Disponível em:  https://vcahospitals.com/know-your-pet/constipation-in-cats Acessado em: 28/07/2020.