Perda de apetite, vômito e diarreia podem ser consequências de doença renal?

Perda de apetite, vômito e diarreia podem ser consequências de doença renal?

Os animais também podem sofrer de doença renal?

Sim. Gatos e cães de todas as idades e portes podem sofrer de doença renal, que pode ter desenvolvimento agudo ou crônico e exige exames detalhados para seu diagnóstico. Por isso é fundamental que o animal passe por uma consulta com o Médico-Veterinário, de forma que uma adequada avaliação seja feita, proporcionando um tratamento mais eficiente ao paciente.

Quais as manifestações clínicas mais frequentes das doenças renais crônicas (DRC) em gatos e cães?

  • Perda de apetite (anorexia);
  • Emagrecimento;
  • Vômitos e diarreia, muitas vezes até com sangue;
  • Aumento da quantidade ingerida de água (polidpsia);
  • Aumento do volume de urina (poliúria), e de cor mais clara que o normal;
  • Má condição de pelagem;
  • Letargia;
  • Infecções urinárias recorrentes;

Quais fatores estão envolvidos no aparecimento da DRC?

Várias são as causas de DRC em gatos e cães, e o envelhecimento é um dos seus principais fatores predisponentes. A DRC é caracterizada por ser progressiva, silenciosa e incurável, uma vez que o acúmulo de lesões nesse órgão ocorre diariamente por diferentes motivos. Alguns dos causadores de deterioração da função renal são medicamentos, doenças infecciosas, estresse oxidativo, desidratação, etc. Em animais jovens a origem da DRC é normalmente congênita ou genética e algumas raças possuem predisposições específicas. Já a injúria renal aguda (IRA) ocorre, em sua maioria, por consequência de intoxicações.

Muitas raças de gatos e cães já foram documentadas por serem predispostas às doenças renais:

  • Shar Pei
  • Bull Terrier
  • Cocker Spaniel Inglês
  • Bullmastife
  • Rottweiler
  • West Highland White Terrier
  • Golden Retriever
  • Lhasa Apso
  • Schnauzer Miniatura
  • Shih Tzu
  • Poodle
  • Persa
  • Exótico
  • Abissínio

O diagnóstico de doenças renais pode não ser tão simples!

Diversos exames são necessários para confirmar a existência de doença renal, classificá-la entre quadros agudos e crônicos e delinear quais as alterações presentes no organismo do animal, para que assim o tratamento do paciente seja direcionado.
Como o aumento dos principais marcadores de doença renal, uréia e creatinina, só ocorre quando cerca de 75% da função de ambos os rins foi perdida, outros parâmetros devem ser avaliados, conforme abaixo:

  • Densidade e pH urinário (exame de urina);
  • Fósforo sanguíneo;
  • Imagem renal;
  • Pressão arterial;
  • Presença de proteinúria;
  • Razão Proteína: Creatinina urinária;
  • Outros

Qual a importância do uso de alimentos específicos para doença renal?

O tratamento de pacientes com DRC abrange a utilização de medicamentos, fluídos e alimentos específicos. A adaptação de vários nutrientes pode ser benéfica aos pacientes e objetiva diminuir a progressão da evolução do quadro, melhorando a qualidade de vida do animal e prolongando sua expectativa de vida.
Diversos estudos comprovam a eficácia das dietas renais na melhora clínica de gatos e cães com DRC quando estas são associadas à terapia convencional. Por esta razão, as modificações dietéticas tem lugar de destaque como coadjuvantes no tratamento clínico e no manejo do paciente com DRC podendo, inclusive, contribuir com o tempo de sobrevida de forma significativa.
Como a DRC leva à perda de apetite, mal estar e vômito, alimentar esses pacientes em alguns momentos pode se tornar um grande desafio. Nestas fases, a reavaliação clínica feita pelo Médico- Veterinário é de suma importância, pois ele verificará a necessidade da utilização de tubos para a alimentação do paciente. Sabe-se que o jejum prolongado (por mais de 24 horas) causa o agravamento rápido do quadro, o que aumenta o risco de óbito.
Quais os objetivos do uso de um alimento específico?

  • Reduzir o fornecimento de fósforo, principal nutriente que contribui com a progressão da DRC;
  • Fornecimento de teores moderados de proteína de alta digestibilidade;
  • Prevenir o fornecimento excessivo de sódio;
  • Auxiliar no fornecimento de nutrientes importantes para adequada perfusão renal (ácidos graxos ômega 3, arginina);
  • Minimizar a caquexia;
  • Minimizar as alterações digestivas e absorção de toxinas urêmicas pela inclusão de fibras, FOS e zeolita;
  • Aumento do fornecimento de antioxidantes (Vitamina E, Vitamina C, Taurina e Luteína);
  • Contribuição para o restabelecimento do equilíbrio ácido-básico;
  • Contribuir para melhor qualidade de vida e redução de episódios de uremia.

Alimentos coadjuvantes nos quadros de doenças renais

  • Estes alimentos foram especialmente formulados a fim de serem coadjuvantes nos quadros de doenças renais, em seus diferentes estágios, utilizando nutrientes e ingredientes que auxiliam na manutenção de animais em tratamento para estas enfermidades.
  • Todas as fórmulas são adequadas às necessidades destes pacientes, sendo altamente digestíveis e palatáveis*, devendo ser usadas conforme recomendação Médico-Veterinária.

USO SOB ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL.
*Estudos internos Royal Canin Brasil.

ALIMENTOS COADJUVANTES PARA CASOS DE:

  • Doença renal crônica
  • Injúria renal aguda
  • Manejo da recorrência de cálculos de Oxalato de Cálcio em animais com alteração da função renal
  • Para os quadros de cálculos que necessitem de alcalinização urinária: cistina e urato

A Linha Veterinary Diet® Royal Canin é o resultado de um contínuo processo de pesquisa e inovação, em colaboração com Médicos-Veterinários, Criadores e Universidades ao redor do mundo. Desenvolvidos com base nos mais recentes conhecimentos da Nutrição Clínica de gatos e cães e formulados com ingredientes rigorosamente selecionados e balanceados para serem utilizados como coadjuvantes no tratamento de diversas doenças, estes alimentos contribuem para minimizar os sinais clínicos, facilitar a recuperação e ajudar no manejo dos pacientes, oferecendo alta qualidade nutricional com palatabilidade excepcional. Pergunte ao seu Médico-Veterinário como esses alimentos podem auxiliar o tratamento do seu animal.