ALIMENTAÇÃO DOS GATOS E SUAS PARTICULARIDADES - AS NECESSIDADES DE CADA FASE

publicado em: 15/07/2019

No Brasil, existem cerca de 22 milhões de gatos domésticos. O crescimento é exponencial e com previsão de ultrapassar o número de cães no país, com esse dado é importante que clínicas veterinárias e a indústria estejam preparados para atender as demandas e exigências desses animais que possuem várias particularidades, ainda mais quando o assunto é alimentação.

Carnívoros e com o paladar pouco desenvolvido, o alimento precisa ser aromático para atrair o animal. Devido ao hábito de irem ao local da comida várias vezes ao dia, cerca de 20x, ele deve ser de fácil acesso e na medida correta para que não ocorra sobrepeso. 

O alimento deve ser escolhido de acordo com as necessidades e exigências de cada animal, essas mudam de acordo com a fase da vida, idade, estilo de vida, estado fisiológico e alguma carência específica.

 

As necessidades alimentares em cada fase

Cada fase da vida possui suas características e o alimento deve suprir as necessidades de cada uma delas. Na fase filhotes, os primeiros 12 meses de vida, exigem alto teor energético e deve ser dividida em: do 1º ao 4º mês e do 5º ao 12º para um desenvolvimento saudável. Já na fase adulta a maior preocupação é a castração, que pode gerar problemas como urolitíase e obesidade. As necessidades alimentares também mudam e devem ser adaptadas.

Após a castração o gato requer um alimento com um teor energético moderado, redução de gordura e níveis mais elevados de proteínas e fibras. O alimento úmido pode ser um grande aliado para gerar saciedade ao animal, já que o elevado teor de água promove diluição energética e, consequentemente, possibilita um volume maior de refeição, que gera repleção gástrica.

A partir dos 7 anos, os gatos iniciam a primeira fase do envelhecimento, que é seguida por uma segunda etapa a partir dos 12 anos. Na primeira fase, pode-se observar ainda possível ganho de peso, enquanto na segunda fase eles tendem a sofrer perda de massa muscular, além de aumentar a suscetibilidade às doenças senis, como é o caso da doença renal crônica. Neste momento, gatos podem se beneficiar de uma alimentação específica, que contribua para a manutenção da sua saúde e vitalidade. 

Na fase de envelhecimento, que começa à partir dos 7 anos, é possível notar um aumento da gordura corporal e diminuição da massa muscular. Gatos idosos são sensíveis a doenças como senis e doenças crônicas, a alimentação específica é importante para evitar complicações futuras e prolongar a vida do animal.