Resultados comprovados Hypoallergenic

publicado em: 02/10/2017
ESTUDO 1 - Utilização da dieta Hypoallergenic nas versões seca e úmida em cães com alergia alimentar

 

Estudo clínico conduzido com 13 cães diagnosticados com alergia alimentar. Os animais foram avaliados clinicamente por seu Médico-veterinário e foram classificados segundo o escore de CADESI®* e escore de prurido. 

 

Resultados do Grupo

 

Escore CADESI®* : 50

Escore de prurido: de moderado a grave (entre 2 e 4)

A alergia alimentar foi estabilizada após 12 semanas de uso do produto HYPOALLERGENIC (versão seca) e todos os animais apresentaram os seguintes escores:

 

Escore CADESI®*: 5

Escore de prurido: de inexistente a leve (<1)

Após 12 semanas, os animais passaram a consumir o alimento seco e o alimento úmido - atendendo suas necessidades energéticas e nutricionais - por 4 semanas. Após este período, uma nova avaliação clínica foi realizada e os escores foram novamente determinados conforme resultados abaixo:

 

Escore CADESI®*: 4,2

Escore de prurido: de inexistente a leve (<1)

 

Ao avaliar tanto o escore CADESI®* quanto o escore de prurido, percebe-se que não há diferença entre o uso apenas do alimento HYPPOALERGENIC na versão seca e na alimentação tipo "mix feeding" (seca+úmida) para o controle clínico da alergia alimentar.

 

 

Alimentos HYPPOALERGENIC ROYAL CANIN

100% composto por fontes de proteínas hidrolisadas com peso molecular menor que 10kDa.

ESTUDO 2 - Utilização da dieta-teste Hypoallergenic Small Dog como teste de eliminação alimentar em cães com Reação Adversa ao Alimento diagnosticada ou suspeita.

 

Estudo clínico conduzido com 7 cães de pequeno porte, realizado por um Médico-veterinário pesquisador com especial interesse em dermatologia, na França.

 

Protocolo - Seleção dos animais

 

Critérios de inclusão

Cães adultos de pequeno porte com Reação Adversa ao Alimento diagnosticada ou suspeita, de acordo com seu histórico e sinais clínicos. Dermatite com escore de prurido > 2 e escore de CADESI®*> 50, +/- manifestações digestivas.

 

Nenhum tratamento dermatológico foi autorizado durante o ensaio, exceto antibióticos ou agentes antifúngicos durante os sete primeiros dias de inclusão e tratamentos tópicos sem medicações antibióticas, antifúngicas e anti-inflamatórias.

 

Critérios de retirada do estudo

Diagnóstico de doença concomitante durante o estudo.

Violação grave do protocolo.

 

Delineamento e dados do estudo

Todos os animais foram alimentados exclusivamente com a dieta-teste (Hypoallergenic Small Dog) durante as primeiras 4 semanas para o teste de eliminação alimentar.

 

Uma melhora em todos os cães foi rapidamente observada - motivo pelo qual o desafio alimentar provocativo foi realizado após 4 semanas (ou seja, os animais voltaram a se alimentar com a dieta anterior), fazendo com que as manifestações clínicas reaparecessem com rapidez.

 

Em seguida, os cães foram submetidos à dieta-teste novamente.

 

Realização de 5 visitas ao médico-veterinário (V0, V1, V0bis e V2bis): momento para consultas clínicas realizadas pelo médico-veterinário e avaliações feitas pelo tutor.

 

Avaliação durante as visitas - Avaliação dos médicos-veterinários pesquisadores

 

Em cada visita/consulta (V0 a V2bis), o médico-veterinário era convidado a realizar um exame clínico completo e um exame dermatológico específico, registrando os dados no formulário de relatório do caso.

 

O exame dermatológico incluiu a avaliação do escore CADESI®& Global Skin Score (Escore Cutâneo Global), ambos os métodos com "padrão ouro" de excelência para avaliar as manifestações clínicas relacionadas à pele: lesões e prurido.

 

Avaliação dos tutores dos cães

Em cada visita / consulta, o tutor era convidado a realizar uma avaliação da condição da pele e do grau de prurido, avaliação de palatabilidade e digestibilidade, bem como a satisfação geral (global).

 

Todos os dados foram analisados estatisticamente.

 

Resultados

100% dos cães demonstraram uma melhora significativa da condição da pele.

 

Desafio provocativo: quando os cães foram submetidos à dieta prévia novamente, observou-se uma exacerbação aguda das manifestações clínicas relacionadas à pele.

 

62,5% dos cães não apresentaram manifestação alguma ao término do ensaio.

Opinião dos proprietários dos cães sobre as dietas hipoalergênicas:

 

100% notaram uma melhora no escore do prurido com o uso do alimento Hypoallergenic Samll Dogs. 100% pretendem continuar com a alimentação terapêutica.

Nível de satisfação global: 4,7/5.

 

CHOUQUETTE Yorkshire Terrier, fêmea, 1,9 anos (França) Reação Adversa ao Alimento

 

Os sintomas estiveram presentes por vários meses:

 

Prurido e eritema da pele, otite, queilite angular, fezes amolecidas.

 

Com o alimento Hypoallergenic Small Dog: Melhora significativa das condições da pele e da consistência das fezes.

 

Sintomas reapareceram rapidamente após a mudança de alimentação (7 dias).

*CADESI® : Canine Atopic Dermatitis Extent and Severity Index (Índice de Extensão e Gravidade de Dermatite Atópica Canina). OLIVRY, T. et al. Veterinary Dermatology, 2007, ITFAD: International Task Force on Canine Atopic Dermatitis.